Braskem define metas para se tornar empresa carbono neutro até 2050

Braskem define metas para se tornar empresa carbono neutro até 2050

A Braskem, que sempre esteve comprometida com a sustentabilidade, desde o nascimento, em 2002, anuncia seu novo compromisso de neutralizar suas emissões de CO₂ até 2050. Se desafiando constantemente a encontrar soluções pioneiras do setor, a maior petroquímica das Américas e líder mundial na produção de biopolímeros, adotou metas ousadas de sustentabilidade e de ESG, tripé formado por responsabilidade ambiental, social e governança corporativa (Environmental, Social and Governance, em inglês).

Há alguns anos a empresa vem empreendendo esforços para unir a cadeia produtiva do plástico na busca de caminhos para minimizar seus impactos ambientais e aderir aos princípios da Economia Circular, como forma de estimular o desenvolvimento sustentável dessa indústria. O futuro (e o valor de mercado) das empresas está, cada vez mais, atrelado à esse tipo de postura, e liderar o setor na trilha de soluções positivas está alinhado com a estratégia de fortalecimento da cadeia do plástico como um todo.

A Braskem, que integra a AEPW (Alliance to End Plastic Waste), organização não-governamental que promove o engajamento de todos os atores da cadeia do plástico com o objetivo de eliminar os resíduos descartados no meio ambiente, tornou público seu compromisso com a Economia Circular em 2018. Mas esse comprometimento está no DNA da empresa desde o seu nascimento em 2002. De lá pra cá a empresa já implementou 123 projetos globais relacionados com o tema. Hoje, o portfólio I’m greenTM da Braskem inclui, além do polietileno I’m greenTM bio-based, feito a partir da cana-de-açúcar criado há 10 anos (biopolímero que confere à Braskem liderança desse mercado), produtos feitos a partir de resina pós-consumo, ou seja, plástico reciclado (sob a chancela I’m greenTM Recycled).

Os próximos passos, contudo, são bem mais ousados. A empresa pretende diminuir em 15% suas emissões de gases de efeito estufa até 2030, atingindo a neutralidade em carbono até 2050. Também há o compromisso de ampliar o portfólio I’m greenTM para incluir, até 2025, 300 mil toneladas de resinas termoplásticas e produtos químicos com conteúdo reciclado, chegando a um milhão de toneladas até 2030.

Os esforços também estão sendo dirigidos para que, nos próximos 10 anos, 1,5 milhão de toneladas de resíduos plásticos deixem de ser enviadas para aterros e incineradores ou descartadas inadequadamente no meio ambiente. Um exemplo recente nesse campo é a parceria com a Tecipar, anunciada em outubro, que irá evitar que mais de duas mil toneladas de resíduos plásticos domiciliares sejam despejadas anualmente no aterro sanitário de Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo. O volume é equivalente a 36 milhões de embalagens plásticas.

Ao assumir o compromisso de tornar-se carbono neutro e eliminar os resíduos plásticos nas próximas décadas, a Braskem se coloca como corresponsável diante do desafio de combater as mudanças climáticas. Essa postura é fruto da evolução da empresa que adota, desde o seu nascimento, políticas e metas relacionadas a inovação sustentável.

Fonte: https://embalagemmarca.com.br/2021/01/braskem-define-metas-para-se-tornar-empresa-carbono-neutro-ate-2050/

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest

RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO MERCADO DE EMBALAGEM EM PRIMEIRA MÃO!

Preencha seu nome e e-mail para receber nossos informativos.

PARCEIROS

REPRESENTADAS

MAPTARGET NAS REDES SOCIAIS

SUA MENSAGEM FOI ENVIADA COM SUCESSO!

Em breve um de nossos representantes entrará em contato!

OPS.. SÓ MAIS UMA COISA!

Receba as principais notícias do mercado de embalagem EM PRIMEIRA MÃO!

Preencha seu nome e e-mail para receber nossos informativos.

Fique tranquilo. Seus dados estão seguros conosco.