Empresa britânica desenvolve filme sem plástico para embalagem de salada

A empresa britânica fabricante de embalagens para alimentos Sirane desenvolveu uma solução de embalagens sem plástico para saladas.

A empresa britânica fabricante de embalagens para alimentos Sirane desenvolveu uma solução de embalagens sem plástico para saladas. Os invólucros são produzidos com Earthfilm, um filme para a produção de embalagens criado pela empresa e que não tem plástico em sua composição, podendo ser reciclado no fluxo de papel.

No ano passado, a França anunciou que vai adotar um imposto sobre embalagens feitas de plástico não reciclado e visa o uso de apenas plásticos reciclados a partir de 2025. O Reino Unido também planeja lançar um imposto sobre plásticos em todas as embalagens que não incluírem 30% de material reciclado até abril de 2022.

Somente na França, 290 milhões de unidades de saladas prontas para o consumo são vendidas a cada ano. Elas são acondicionadas em embalagens plásticas que não podem ser recicladas, o que significa uma quantidade enorme de resíduos sendo depositada em aterros.

O Carrefour da França – assim como a produtora de saladas francesa Les Crudettes – já anunciaram que vai adotar as embalagens da Sirane até o início do ano que vem em suas saladas de marca própria.

“Conseguimos aperfeiçoar um papel revestido que ainda fornece a vida útil necessária às saladas. As sacolas têm alguma translucidez, especialmente quando em contato direto com a salada, e não é necessário que os produtores usem um tratamento anti-embaçamento”, explica o diretor geral da Sirane, Simon Balderson.

Fonte: https://www.embalagemmarca.com.br/2020/07/empresa-britanica-desenvolve-filme-sem-plastico-para-embalagem-de-salada/

Share on facebook
Facebook
Share on google
Google+
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

RECEBA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO MERCADO DE EMBALAGEM EM PRIMEIRA MÃO!

Preencha seu nome e e-mail para receber nossos informativos.

PARCEIROS

REPRESENTADAS

MAPTARGET NAS REDES SOCIAIS